Fascínio

Praia no País de Gales. Foto: Melina Rodrigues (arquivo pessoal).

Praia no País de Gales. Foto: Melina Rodrigues (arquivo pessoal).

 

Mais um dia se inicia ensolarado e belo; as aves cantam e há cachorros a latir; o vento uiva passando por entre as brechas das janelas. E conversando, me vem à mente uma palavra: fascínio. Olho ao redor de mim e vejo beleza; seja para os céus, ou para um pequeno pássaro a fazer seu ninho, ou a cantar sua singela e doce melodia, para as cores do dia, ou mesmo para a força do mar, por onde passa o meu olhar, a beleza da simplicidade destas coisas me fascina.

Para ler mais, clique aqui.

Anúncios

Lágrimas em um Campo Chamado Apatia

Fonte: "Foggy Sunrise", Keith Carver. http://www.flickr.com/photos/kcarver/2612341355/

Fonte: “Foggy Sunrise”, Keith Carver. http://www.flickr.com/photos/kcarver/2612341355/

 

O dia amanhece tímido outra vez em um bosque, e uma espessa neblina paira sobre um lago turvo, em uma clareira. O céu, então, começa a pesar, como um martelo; está meio negro, meio vermelho, e, abalando o inerte repouso do turvo lago, irrompe em densa chuva, como choro. Agoniza, então, aquele, outrora, dormente turvo lago, sob o nevoeiro de um despertar invernoso. Desespero e inconstância são tudo que se sente, tudo que se vê, na ondulatória agonia deste.

Para ler mais, clique aqui.