Ao Meu Amado Pai, Tarciso

Fonte: Arquivo pessoal.

Fonte: Arquivo pessoal.

 

Luto com o branco papel para de preto tingi-lo com belas palavras, em honra ao Deus vivo por mais um ano de vida do meu amado pai, Tarciso. Quisera eu ter mil cores para tingir essas linhas, mas apenas uma me basta, e não é esta que vês tu que lês, é esta a tinta entre cada linha, a tinta-poesia, a motivação de escrever.

…Para ler mais, clique aqui.

Dia das Mães – À Minha Amada mãe, Virginia

Arquivo pessoal.

Arquivo pessoal.

 

Há certas ocasiões em que as palavras me fogem, e não fazem elas tal em decorrência de minha timidez, fogem elas pela singularidade dessas ocasiões, fogem elas por temer sua inutilidade. Pois que são palavras sem sua significação? Que são palavras sem poesia? Que é poesia, senão a percepção do belo? E, então, que são palavras sem a beleza de sua significação?

…Para ler mais, clique aqui.