Uma Sincera Doxologia III

 

“Eu te exaltarei, meu Deus e meu rei; bendirei o teu nome para todo o sempre! Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre! O Senhor é misericordioso e compassivo, paciente e transbordante de amor. […] O Senhor é bom para todos; a sua compaixão alcança todas as suas criaturas. Rendam-te graças todas as tuas criaturas, Senhor; e os teus fiéis te bendigam. […] Com meus lábios louvarei ao Senhor. Que todo ser vivo bendiga o seu santo nome para todo o sempre!”

(Salmos 145:1-2, 8-10, 21)

 

O que transforma tipos em poesia e palavras em canções? O que transforma linhas em poesia e os versos em poemas? Como espremer toda poética em uma gotícula de prosa e transformar prosa em poesia, em uma grande canção de louvor e gratidão? – Emudecem-me os lábios e as palavras fogem. Mas, então, lembranças vêm à mente, salmos são expostos aos olhos e, embora os lábios estejam mudos, o coração rejubilado entoa louvores; as palavras não mais fogem, a poesia ressurge e quais gotículas de chuva molham uma janela de vidro e escorrem, molha a tinta um branco papel. Entoo, hoje, uma canção de gratidão e louvor.

…Para ler mais, clique aqui.

Anúncios

Tudo para Um – Quinto Aniversário

 

“A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás; mas só pode ser vivida olhando-se para frente.” (Soren Kierkegaard)

A aurora de mais um ano sempre traz recordações e reflexões, introspecções, na esperança de dias melhores no ano que alvora. O ano que se foi – 2016 –, para mim, foi de muito estudo, muitas experiências marcantes, e escrever aqui se tornou uma tarefa difícil. Dentre as experiências deste ano que passou, a de maior alegria foi testemunhar e ser padrinho do casamento da minha irmãzinha, Melina, com seu amado, Augusto (pessoa melhor não haveria).

…Para ler mais, clique aqui.

Uma Sincera Doxologia II

“Aleluia! Louve, ó minha alma ao Senhor. Louvarei ao Senhor por toda a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu viver.”

(Salmos 146:1, 2)

Louvo ao Santo e Soberano Deus, que sustenta minha alma com vida (Salmos 66:9), por mais um ano que aprouve a Ele que eu completasse quarta-feira, 13 de Janeiro que passou. Lembro-me, em meus aniversários, das palavras do Rei Davi, no Salmo 139 (vs. 13-16), e me junto a Ele em Louvor ao Altíssimo:

…Para ler mais, clique aqui.

Tudo para Um: Quarto Aniversário

Foto: Tarciso Rodrigues Martins. "Primeiras luzes de um novo ano". 01/01/2016.

Foto: Tarciso Rodrigues Martins. “Primeiras luzes de um novo ano”. 01/01/2016.

“Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos. Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite. Sem discurso nem palavras, não se ouve a sua voz. Mas a sua voz ressoa por toda a terra, e as suas palavras, até os confins do mundo.” (Salmos 19:1-4)

Quatro anos atrás, colocava no ar este blog, enquanto os fogos em comemoração ao novo ano figuravam longe, na minha janela. O fiz com o sincero propósito de exercitar minha escrita, que antes ficava restrita aos cadernos de poemas, publicando reflexões que unissem o que aprecio na literatura, meu cotidiano e a Bíblia, desafiando-me a sempre refletir, de forma bíblica, em tudo que me acontecesse ou ao meu redor, subscrevendo em tudo, como um lembrete à humildade, “soli Deo Gloria” (Glória somente a Deus).

…Para ler mais, clique aqui.

Lembrança para o Novo Ano

O Salmista canta, no Salmo 104, um hino de louvor:


Bendiga ao Senhor a minha alma! Ó Senhor, meu Deus, tu és tão grandioso! Estás vestido de majestade e esplendor! Envolto de luz como numa veste, ele estende os céus como uma tenda, e põe sobre as águas dos céus as vigas dos seus aposentos. Faz das nuvens a sua carruagem e cavalga nas asas do vento. Faz dos ventos seus mensageiros e dos clarões reluzentes seus servos.

…Para ler mais, clique aqui.

Simples versos para a mais bela flor

Arquivo pessoal.

Arquivo pessoal.

 

I. Simples versos para a mais bela flor

 

Graças e louvores, hoje, a Deus dou,

Minha poesia, hoje, alegre canta,

Se me fosse possível música compor,

Comporia a mais bela sinfonia;

Dada minha incapacidade para tal,

Arrisco-me a fazer os mais sinceros versos.
…Para ler mais, clique aqui.

Cidade Devastada

“Gaza Fire”. Um homem palestino passa por um incêndio em uma rua repleta de casas destroçadas em Shejaiya, na Cidade de Gaza (AFP).

 

É meio-dia e o sol não brilha, está frio e o céu há muito enegreceu. Caminham homens, sem rumo, em uma cidade devastada. Nela não há, senão, prédios em escombros, pó e cinzas, alguns ainda queimam, vagarosamente, e desfazem-se, quais os outros, em escombros; em pé, somente uma grande muralha, cercando a cidade – curiosamente fendida, de modo que pode um homem passar, embora com dificuldade – e um grande portão que não mais abre.

…Para ler mais, clique aqui.

Às Mulheres III

 

Se, hoje, tivesse eu mil flores, não seriam suficientes para prestar homenagens; se, hoje, usar mil palavras, não serão elas suficientes para expressar, em homenagens, o que sinto ou o que creio. Há palavras que insuficientes são, em quantidade e significação, quando, juntas, exclamadas, para dimensionar aquilo que as motiva, para dimensionar sentimentos por e qualidades daqueles a quem são expressas.

…Para ler mais, clique aqui.

Ano que se Finda e as Exigências para um Bom Ano Novo

 

Mais um ano se finda, mais ano se aproxima, o relógio completa mais um ciclo; noite se avizinha, mais um alvorecer se aproxima. Não há espaços para clichês que nunca se cumprem. Não há espaço para desejos de paz e de felicidade se há raiva e rancor. Que este ano que finda não finde no ontológico baile de máscaras, não finde nas brancas e polidas faces mascaradas da hipocrisia, que ocultam aos olhos ignorantes a terrível face negra e pútrida do ódio e da apatia.

…Para ler mais, clique aqui.

Verdadeiro Natal

 

Eis o dia que mudou toda a história humana, o nascimento de Jesus Cristo. Podemos não saber a data precisa de seu nascimento, mas comemoramos o Natal. Muitos o comemoram meramente como um momento de confraternização familiar, com trocas de presentes, e, por vezes, parecem não saber o significado deste dia. Há outros que, em seu radicalismo, rechaçam esta data como indigna e pagã, considerando-se os mais puros e santos, e condenando aqueles que a comemoram. Tolice!

…Para ler mais, clique aqui.