Conto de um Dia Chuvoso

 

“Aqueles que semeiam com lágrimas,  com cantos de alegria colherão.”

(Salmos 126:5)

 

Já é dia, e o Sol intimidou-se. O dia começou chuvoso, céu acinzentado, e um tempo frio. As ruas estão alagadas, devido às chuvas da madrugada, que perduram até agora. Vejo então um homem, um trabalhador, caminhando pelas ruas alagadas, resistindo à força das águas, fazendo seu trabalho.

Passa o tempo, ainda chove, e as águas contrárias ainda dificultam o trabalho do humilde homem. Mas ele resiste, continua na firme na sua labuta. Passa a manhã, vem a tarde, ainda chuvosa e acinzentada, e o homem continua a percorrer as ruas alagadas de uma cidade, neste dia, melancólica.

Já é fim de tarde, o homem agora se recolhe para seu descanso; seu trabalho foi árduo. Agora, em momentâneo descanso, aguarda um novo dia. Aguarda os frutos de seu trabalho; aguarda o Sol do novo dia, que seque as inundações e vivifique as cores.

 

Tarciso Rodrigues.

 

Anúncios

1 comentário

  1. ISABELLE CRISTINE DE ALMEIDA SOUZA · maio 31, 2012

    OI Tarcisinho. =)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s